quarta-feira, maio 16, 2007

A uma Flor que vive numa Estrela

Há um destino a cumprir,
Há o desejo de cumprir o destino;
Nem sempre se cumpre o destino,
Nem sempre o desejo se cumpre.

Como a espuma das ondas,
O vento sopra e ali especamos;
Que a Sorte nos espreita
Onde ficamos e esperamos

Não tenhamos preferível saber
Do que nos coube em Sorte.
Acatemos o que Somos
Nada mais nos é dado a conhecer.


7 comentários:

asn disse...

Caro Manuel Neves
Quando um homem se põe a sonhar...
até uma Flor se consegue pôr a viver numa Estrela.
Ao que os nossos sentimentos bem sentidos nos conseguem fazer chegar...às Estrelas!
Um abraço amigo
António

Anónimo disse...

.... :-)
vive sem duvida!..tambem numa estrela.
A. :)

Tozé Franco disse...

Então bem-vindo.
Imagino que uma flor que vive numa estrela deva ser igna de nota.
Um grnade abraço.

Moura disse...

"Habemus poeta"...é o que eu digo! Ver flores e estrelas cheias de cargas simbólicas não é para todos.
Um abraço
Ps- quando é que vamos ver um bife que vive na Portugália? ainda não conheço esse novo, qualquer dia velho, espaço em Coimbra...

Anónimo disse...

Uma estrela onde há flores...
Que coragem, a das flores...

Abraço
Paulo

ManuelNeves disse...

Vivam!

O título destas singelas palavras, tem sugerido algumas confusões.
Apenas para que todos fiquem sintonizados, as ditas palavras, são uma singela homenagem à minha colega Margarida (a flor) que se existisse ainda com vida na terra(pois vive numa estrela - ler post homenagem Zeca Afonso- e nos nossos corações está viva), teria feito mais um ano de vida.

Todos que conheciam a Margarida, têm muitas saudades, mas certos que vive connosco.

um grande bem-haja a todos!

sentieiras disse...

"Compadre" vamos sair do casulo e actualizar o blogue.

Aquele abraço

bgvb zzxfrrrrrrrrrr(escrito pela Inês)

P.S.: A máquina de café está sempre ligada

Vasco Pombo